Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

NÃO QUERO...!

Hoje acordei triste, desolada, sem vontade de nada e com um sentimento de inutilidade total. Não me apetecia sair da cama, nem comer mas só chorar. Chorar até não ter mais lágrimas.

Apetecia-me enfiar-me numa concha onde me pudesse refugiar do mundo inteiro. Apetece-me desistir de tudo. 

Não quero ser operada, não quero estar desempregada, não quero que a minha mãe esteja sempre a reclamar, não quero que o N. esteja longe, não quero não ter ninguém para conversar e rir, não quero estar sozinha, não quero… NÃO QUERO!!!

Queria uma vida nova para mim, queria poder mudar a minha vida, sem ter de depender de decisões de terceiros.

Queria voltar à minha infância e adolescência e aos momentos felizes que aí vivi.

estou cansada de lutar  e de não ser valorizada por isso. Estou cansada que a minha mãe imponha a sua vontade. Nunca nada está bem a não que seja ela a fazer. É desgastante e cansativo. É preciso paciência infinita. E ela não aceita que se lhe diga nada pois fica muito sentida. Tornou-se uma mulher amarga e implicativa. Não tenho memória da minha mãe ser carinhosa comigo, não me lembro do último beijo dado com carinho.

Como hoje estou imprópria para consumo, limito-me a ficar em casa. Não saí de casa nem para beber um café. Passei o tempo a ver a porcaria que passa nas nossas televisões. Nem a Tv cabo tinha programações interessantes. Entretive-me a ver porcarias na TV e a comer porcarias.

Amanhã veremos que estratégias vou arranjar para passar mais um dia de tédio.